SUBSCREVER

Tlm 961641268

©Just YogaTodos os direitos reservados.Design e implementação do site:Tradi.pt

September 10, 2018

September 10, 2018

September 10, 2018

September 10, 2018

September 10, 2018

September 10, 2018

Please reload

Posts Recentes

PT Yoga

September 10, 2018

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

Lisa Bompastor | Entrevistas Just Yoga

October 1, 2014

 

A Lisa tem uma energia fantástica! Ela é a mulher dos sete ofícios. Formada em psicologia, mestre em dança Movimento Terapia, professora de yoga integral e yoga para crianças, terapeuta de som com taças tibetanas, toca e canta músicas devocionais e está sempre envolvida e pronta para arrancar num novo projeto. Dona de uma voz encantadora, ela espalha paz, silêncio e tranquilidade quando canta! Agora a morar em Barcelona, onde trabalha, a Lisa visita regularmente o nosso país. No próximo dia 3 de outubro vai estar no Estúdio Just Yoga para um concerto de mantras: Ishwaris mantras. Não percam esta oportunidade de estar com esta diva dos mantras :-) Vamos saber mais um pouco sobre a Lisa!

 

Lisa, o que é o yoga para ti? O Yoga para mim é uma disciplina que nos permite expandir a consciência e conectar o ser individual com uma energia mais divina e elevada.

 

Quando e como surgiu o yoga na tua vida? Eu sou Psicóloga de formação e mestrada em Dança Movimento Terapia. Sentia que no meu trabalho, pessoal e com os outros, integrava a mente e o corpo, ainda assim faltava o vértice espiritual para que o triângulo estivesse completo. Praticava Budismo, Meditava, Tocava Taças Tibetanas e Gongos... no entanto sabia que havia algo mais para descobrir... e continuava a busca! Por volta de Janeiro de 2010 encontrei na Internet um encontro de fim-de-semana em Vigo, de Kundalini Yoga. Gostei das fotos e da descrição do encontro, e assim embarquei na minha primeira experiência yoguini.

 

E como foi o caminho após esta experiência? Estava claro para mim que o Yoga estaria no meu caminho e que de alguma forma chegaria ao Kundalini Yoga. No entanto eu sentia que me chamava um tipo de formação diferente. Numa das minhas “divagações virtuais” encontrei uma Escola de Yoga Integral, na Argentina, em que a formação acontece em formato residencial, um mês a viver em Comnidade com um grupo Internacional. Senti que tinha de ir e apesar de ter tomado conhecimento apenas um mês antes, reuni todas as condições necessárias e parti à descoberta, de mim mesma. Não sabia quase nada da Comunidade e nem mesmo de Yoga, mas sabia que era ali que tinha de estar. Foi o mês mais marcante e determinante na minha vida. Das experiências mais completas que tive oportunidade de vivenciar.

 

Como surgiu o lado musical na tua vida associado ao yoga? Desde sempre estiveste ligada à música? Tive formação musical em criança e estudei órgão uns anos. Na adolescência tocava guitarra com os amigos e já na faculdade fiz parte da Tuna Feminina, onde tocava guitarra e fazia algns solos de voz. Aos 22 anos, com a licenciatura terminada, arrumei a guitarra!

Em 2010, na Comunidade Argentina, todos eramos convidados a cantar mantras, fazia parte da disciplina diária. Nesse momento percebi que era o Bhakti Yoga (o Yoga Devocional) o que mais me completava, e dentro deste, o Canto de Mantras. Tornou-se muito claro para mim que ao regressar a Portugal voltaria à minha guitarra e começaria a cantar e a compor. Assim aconteceu. O Projecto Ishwari´s Mantras assumiu uma dimensão superior às minhas expectativas e trouxe-me a lucidez de que todo o meu caminho yoguico foi para me reconectar comigo, com a minha verdadeira essência, e a música faz parte do meu ser e do meu caminho Dhármico. Quando faço música devocional sinto que estou completamente conectada com a minha alma!

 

Brevemente vais ser mamã de uma menina! Parabéns! :-) Na tua opinião, porquê que as futuras mamãs deveriam praticar yoga na gravidez? Obrigada Marta, que alegria a maternidade! O Yoga é excelente a nível físico mas também a nível mental e emocional. Através do Yoga a grávida aprende a escutar o seu próprio corpo, a gerir as ansiedades, a relaxar, a estar mais serena e tranquila. Para além de tudo isto a prática do Yoga é uma oportunidade de conexão com o divino e por isso uma extraordinária forma de conectarmos com o nosso bebé de uma forma luminosa. Há algo mais divino que a maternidade?

 

Também estás ligada ao yoga para crianças. Como defines o yoga para crianças? Eu gosto muito da teoria de que Segundo a Mitologia Indiana o Yoga foi um presente dos deuses para celebrar a Felicidade. O Yoga é uma prática integral que permite à criança encontrar serenidade. A criança aprende através do jogo e da brincadeira, nas aulas podem experimentar elevar-se como uma montanha, ficar estáveis como uma árvore, rugir como um leão, voar como uma borboleta, entre muitos outros personagens. Quanto mais a criança explora o mundo que a rodeia, mais se conhece a si mesma.

 

Qual a parte do yoga que mais gostas? O Bhakti Yoga (o Yoga Devocional), e principalmente cantar mantras.

 

Asana preferido? Porquê? A postura de Lótus, acho-a linda e de uma magnitude serena. Marcou-me muito porque numa aula de Yoga, de forma inesperada, experimentei-a sem me dar conta. Quando entendi que estava em postura de lótus alcancei que o yoga é mágico e que o trabalho mental te leva às posturas físicas.

 

Fala-nos um pouco do teu projeto "Contos com musica". O “Contos com Música” é o meu último projecto, em parceria com a Editora Jardim das Histórias. A minha amiga Sofia Ribeiro (cantora jazz e que compões as músicas para os livros) e as suas irmãs, Manuela Mota Ribeiro (a escritora) e Susana Ribeiro (a gestora) desafiaram-me a colaborar. Eu Adoro um Desafio! A Manuela é extraordinária como contadora de histórias e a Sofia como cantora, pelo que eu queria fazer algo diferente delas. Assim surgiu o “Contos com Música”, faço apresentações dos livros em Escolinhas (Creches, Colégios) e misturo a narração da história com a música, sempre incluindo as crianças, como seres integrais e criativos, o mais possível. Adoro a Experiência, o contacto com os pequenotes é muito enrriquecedor. Trabalhar com esta equipa, e em particular com a Susana Ribeiro (com a qual articulo de forma mais directa) é um luxo, uma editora familiar (com um carácter informal) e ao mesmo tempo com um trabalho de extremo profissionalismo. Gosto Muito. Aproveito para convidar todos a visitar a editora. (www.jardimdashistorias.com)

 

És uma mulher muito dinâmica, ativa, sempre com projetos novos! De onde vem tanta criatividade e energia e por outro lado como é que consegues conciliar isso tudo com o lado mais pessoal da tua vida (estudo, prática, descanso, lazer...) e das relações, dos amigos, família... Nem eu sei muito bem! Adoro criar... ver uma sementinha crescer. Gosto mesmo muito de trabalhar e acredito que a nossa geração tem de reinventar-se para ser Feliz. Somos uma geração muito criativa e com tantas ideias, nem sempre temos a ousadia de as colocar em prática. Eu, quando sinto que estagnei invento algo novo, ou vou buscar à gaveita, e desta forma encontro como me auto-motivar. Para mim o segredo é gostar de tudo o que fazemos e termos uma enorme capacidade de organização. Nem sempre é fácil, um fim de semana dou aulas num Mestrado em Valência, e no seguinte faço Concertos em Portugal. Pelo meio tenho as consultas (trabalho como psicoterapeuta em Barcelona), as aulas de Yoga (www.harharnam.com), sou coordenadora de formação em Portugal, os Contos com Música e ainda gosto de escrever / compor... Paralelamente a isto tudo tenho família, amigos e uma bebé a caminho. É uma animação! Raramente tenho dois dias semelhantes. Os que estão ao meu redor sabem que a minha Felicidade passa por estar activa e aceitam-me assim mesmo. Não é difícil conciliar e acabo por ter tempo e disponibilidade para tudo! Agora com a maternidade sei que as minhas prioridades serão o meu marido e a nossa filha, o que me deixa imensamente feliz!

 

 

Quando não praticava yoga eu: era bastante mais reactiva

A prática de yoga trouxe-me: serenidade

Um lugar: A minha salinha / cova (o espaço onde trabalho, onde faço música, onde medito, onde me perco e onde me encontro!)

Uma frase: “Paz dentro de Ti, Paz no Mundo!”

Uma música: Banda sonora do Filme Water

Um livro: Comer, Orar e Amar

Um momento marcante: A minha formação de Yoga na Argentina (nunca mais fui a mesma depois desse mês)

Uma cor: lilás

Quem é a Lisa? A Lisa é um ser espiritual a viver uma experiência humana.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga