SUBSCREVER

Tlm 961641268

©Just YogaTodos os direitos reservados.Design e implementação do site:Tradi.pt

September 10, 2018

September 10, 2018

September 10, 2018

September 10, 2018

September 10, 2018

September 10, 2018

Please reload

Posts Recentes

PT Yoga

September 10, 2018

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

Sónia Sousa |Entrevista

March 12, 2015

 

Conheci a Sónia quando fui experimentar uma aula de babyoga com o meu Gustavo, tinha ele 2 meses. Já conhecia o yoga para bebés, mas transmitido e orientado pela Sónia, teve outro encanto! Esta encantadora professora dá aulas de yoga para bebés, crianças, grávidas e yoga em família. Foi a professora de babyoga do meu Gustavo e infelizmente já não é, por incompatibilidade de horário. Não preciso de acrescentar muito mais, porque ao lerem a entrevista vão perceber o quanto a Sónia é humana e especial! Inspirem profundamente, expirem demoradamente, relaxem e depois inspirem-se com estas palavras mágicas que nos fazem voar e ao mesmo tempo aterrar e perceber que temos tudo o que precisamos para sermos felizes!

 

O que é o yoga para ti Sónia? Uma forma de estar, de ser, que me ajuda a integrar o físico e o metafísico, como que um farol que me guia e acompanha na caminhada da vida.

 

Quando e como surgiu o yoga na tua vida? Surgiu com mais força depois da minha vida se ter alterado profundamente, de se ter dividido no antes e no depois. O antes era um tipo de vida “normal” com um emprego tradicional (onde corria para o emprego, corria no emprego, corria para casa, corria em casa, dormia a correr e voltava a correr para o emprego) e que me assegurava com esforço o pagamento das contas. O depois é o presente, onde há uma flexibilidade de horários, tempo para mim, gratificação no que faço e onde ainda não atingi a rentabilidade económica. O desafio parece-me ser encontrar o equilíbrio entre ambos.

 

És professora de yoga para bebés e crianças. Em que medida o yoga beneficia os pequenos praticantes? A prática de Yoga com bebés e crianças visa o seu desenvolvimento integral e holístico contribuindo para gerar um mundo novo, numa partilha de amor, compreensão, respeito e diversão. O método lecionado alia o yoga a outras abordagens, como as pedagogias alternativas (Wardorf, High Scoop e MEM) e a Psicologia (teoria das inteligências múltiplas de Gardner), para o desenvolvimento integral da criança promovendo todo o seu potencial.

 

Uma aula para bebés ou crianças não é como uma aula para adultos. Muitas vezes os pais acham que os filhos têm que ficar sossegados a aula toda... Explica-nos como acontece uma aula dos pequenotes! Nas aulas respeitamos a essência das crianças, somos todos diferentes, com inteligências e dons diferentes. As crianças aprendem a brincar. As aulas são planeadas e construídas para elas e de uma forma muito lúdica além de exercitarmos o corpo, transmitimos valores, princípios ou promovemos o desenvolvimento da inteligência emocional (que é uma das lacunas do ensino tradicional). Só depois de sermos capazes de identificar aquilo que sentimos (quer seja raiva, tristeza, rejeição, medo, frustração ou outras emoções) podemos gerir, processar e integrar. Com este conhecimento sobre nós próprios podemos construir ou fornecer as bases para uma felicidade plena. As crianças mediante a sua essência gostam mais de uns exercícios do que outros, logo vão querer participar nuns e não participar noutros. O importante é que todas em algum momento participem. Além que, por vezes, sentem necessidade de exteriorizar a energia, correndo por exemplo. O que não significa que não estejam a participar e a aprender. Tudo é acolhido e direcionado com amor. Tudo está certo. Cada um de nós vem com um tipo de energia mediante a sua missão nesta vida. Defendo que todos somos necessários e únicos e é essa aceitação e amor incondicional que tento transmitir nas aulas.

 

O quê que mais gostas nas aulas com os bebés e crianças? Do sorriso e das gargalhadas deles… da alegria das crianças (e também dos pais, quando participam, ao vê-los felizes).

 

Na tua opinião, qual o principal motivo que leva os pais a procurarem o yoga para os bebés? São pais especiais, sensibilizados para os benefícios, já com um elevado grau de consciência, que procuram o desenvolvimento integral dos seus filhos numa atividade saudável e que permite fortalecer vínculos emocionais e familiares.

 

Que conselhos darias aos pais ou futuros pais? Sigam o vosso coração, não se permitam pressionar por nada nem ninguém.

 

Relativamente à grávida, os benefícios da prática de yoga são imensos. Quais os que destacas, numa fase de mudanças ao nível físico, de expectativas e emoções à "flor da pele"? A gravidez é uma fase especial e única na vida de uma mulher. A antropologia considera-a um dos maiores ritos de passagem na vida, que liga o presente ao passado e o humano ao divino, sendo considerada uma mudança identitária e social. Na gravidez é possível experienciar uma transformação profunda e uma interligação permanente com outro Ser. O yoga favorece o acompanhamento delicado nas diversas fases de transformação pelas quais a mulher passa desde o dia da conceção até ao momento do parto. Ao potencializar a consciência corporal e emocional o yoga ajuda a futura Mamã a ter maior consciência das mudanças deste período – a senti-las, a compreendê-las e vivendo-as na sua plenitude – o que permite vivenciar a gravidez de uma forma integral, estabelecer o vínculo com o seu bebé desde o útero, preparar a Mamã e o seu bebé para o parto, para a maternidade e para uma nova vida. Além de promover o fortalecimento muscular (principalmente das regiões lombar e pélvica), de permitir a prevenção e o alívio de desconfortos da gravidez, de favorecer o bom posicionamento do bebé, entre muitos outros.

 

O yoga para além da prática na sala é um ensinamento para a vida! O quê que tiras do yoga para viveres uma vida mais feliz? Ajuda-me a centrar em mim, no essencial, a observar e a conhecer-me. O yoga permite-me sentir gratidão e alegria de viver. Em resumo, a ser um Ser mais feliz.

 

 

Um lugar: dentro de mim

Uma frase: o importante é o Amor

Uma música: não sei

Um livro: Principezinho

Um momento marcante: a consciência do despertar

Uma cor: branco

Quem é a Sónia? A descrição mais formal seria algo como: O amor, desde a infância, pelas crianças conduziu-me às formações de yoga infantil. Doutorada em Psicologia, além de outras formações como Baby Massage & Post Natal Mother Care in Ayurveda; Arhatic e Super Brain Yoga; Yoga para Grávidas, Bebés e Crianças; Yoga do Riso; Terapeuta Transpessoal; Pranic Healing; Reflexologia; Hipnose Clínica; Psicologia Positiva ou formadora Reiki Infantil. Ao longo do caminho, senti que é como Profª Yoga e Terapeuta que me sinto mais útil e com o coração mais preenchido. A um nível mais ampliado, ou menos formal, poderei tentar descrever o que sinto e de partilhar que já meditei muitas vezes sobre quem sou. Acredito que a qualidade da nossa vida pode advir da qualidade das perguntas que somos capazes de nos fazer e que, mesmo estas, estão constantemente a necessitar de atualizações dado que tudo é impermanente. Consigo perceber-me em determinados papéis sociais (mãe, filha, profissional, amiga, humana), ter consciência de emoções ou pensamentos mas saber quem sou, não sei. De uma forma mais integral posso intuir que talvez seja um ser espiritual a viver na matéria mas tal também não revela quem sou. Quanto mais tento perceber ou sentir mais certeza tenho de não saber quem sou. Sou tudo e nada em simultâneo num não tempo, sou todo o exterior no interior em movimento. Assim, limito-me a tentar simplesmente ser, quem quer que seja que sou, pois não sei quem sou. Sinto que só há o presente, que o presente é a única certeza. Que tudo o resto é passado ou projeção e fuga para o futuro. Sinto que nada é como o meu ego quer, sinto que não tenho esse poder por muito que me esforce. Sinto dificuldade em silenciar a mente. Sinto que amo o silêncio e sinto gratidão por ter tempo para mergulhar nele sem tempo. Sinto amor, acredito no poder do Amor. Sinto conexão com algo superior, que nem sei bem o que é mas que tenho a certeza que existe e se manifesta dentro de mim e à minha volta. Sinto que gosto de abraços, de ser mãe, de andar de mão dada, de viajar a terras longínquas e exóticas, da alegria e pureza das crianças, de ser compreendida, amada e aceite exatamente como sou. Sinto que acredito que a minha existência neste plano tem um propósito maior, que cresço enquanto Ser ao vivenciar emoções, ao enfrentar os mais profundos medos e sombras, pois permite dissolve-los e prosseguir no caminho do autoconhecimento e da existência. Sinto que há tanto a escrever que vou tentar resumir ao escrever: Sinto a magia da vida pela capacidade que ela tem de nos surpreender

 

Obrigada Sónia

Namaste

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga